Universo dos Cartões
0%

Perdeu o Bolsa Família em junho? Descubra as soluções

Perdeu o Bolsa Família em junho? Descubra as soluções

Seu Bolsa Família foi cancelado? Entenda os possíveis motivos e saiba o que fazer em cada caso!

Em junho, alguns beneficiários do Bolsa Família podem ter o seu pagamento interrompido. Isso geralmente ocorre devido a uma revisão criteriosa para evitar fraudes. O objetivo é garantir que o benefício vá apenas para aqueles brasileiros que realmente necessitam.

Por isso, o governo federal está removendo os beneficiários com cadastros irregulares no Bolsa Família. Contudo, caso isso ocorra, as famílias podem reverter a situação e recuperar os pagamentos em atraso. Vejamos, portanto, o que fazer nessa situação.

Bolsa Família cancelado: motivos

Primeiramente, o beneficiário deve verificar o motivo do cancelamento do seu benefício. Algumas das causas comuns para a interrupção dos pagamentos são:

  • Aumento da renda familiar, ultrapassando o teto de R$ 218;
  • Descumprimento das condicionalidades;
  • Ausência de atualização do Cadastro Único por mais de 24 meses.

Para identificar o motivo do cancelamento do seu Bolsa Família, você pode usar o aplicativo do programa (disponível para Android e iOS) ou ligar para a central de atendimento no número 0800 707 2003. Além disso, existe a opção de visitar uma unidade do CRAS pessoalmente.

O que fazer se meu Bolsa Família for cancelado?

Se o seu Bolsa Família foi cancelado, aqui estão algumas medidas que você pode tomar:

  • Se o motivo foi um aumento na renda familiar, os beneficiários devem ir a um CRAS e atualizar a nova renda familiar;
  • Se o cancelamento ocorreu devido ao não cumprimento das condicionalidades, os beneficiários precisam regularizar a situação e, em seguida, levar a documentação comprovativa ao CRAS;
  • Se o seu Cadastro Único estiver desatualizado, a solução é simples. Basta atualizar suas informações no CadÚnico e aguardar a reativação do seu benefício.

Datas para desbloqueio do Bolsa Família

  • Quem atualizou entre 15 de abril e 19 de maio terá o benefício desbloqueado entre 23 de junho e 27 de julho;
  • Quem atualizou entre 20 de maio e 15 de junho terá o benefício desbloqueado entre 30 de junho e 3 de julho.