Loading...
0%

Novo Suplemento no Bolsa Família é Disponibilizado em Agosto; Veja os Elegíveis

Novo Suplemento no Bolsa Família é Disponibilizado em Agosto; Veja os Elegíveis

O adicional de R$ 110 no Bolsa Família é um benefício aguardado por muitos brasileiros. A confirmação desse valor extra para agosto tem gerado muitas questões entre os participantes do programa. Se você é um beneficiário que deseja garantir esse adicional, continue a leitura para obter todas as informações necessárias.

O Bolsa Família, no momento, é o programa de transferência de renda mais significativo do Governo Federal. Ele auxilia milhões de famílias todos os meses, possibilitando o pagamento de contas, aquisição de alimentos e melhora geral na qualidade de vida.

Quanto é o valor atual do Bolsa Família e quantas pessoas o recebem?

Conforme já citado, o Bolsa Família é um dos benefícios sociais mais importantes promovidos pelo Governo Federal. Muito conhecido entre a população, o programa faz pagamentos mensais para mais de 21 milhões de pessoas.

Em 2023, o valor mínimo do Bolsa Família é de R$ 600 para os beneficiários, com exceção daqueles que estão sob a Regra de Proteção. É relevante destacar que o programa possui vários benefícios adicionais, que ajudaram a atingir o valor médio recorde de R$ 705 nos pagamentos.

Mas, por que esse aumento significativo?

O Governo Federal introduziu várias bonificações nos repasses do Bolsa Família durante o ano. Abaixo, seguem alguns exemplos principais:

  • R$ 150 para famílias com crianças de 0 a 7 anos (Primeira Infância);
  • R$ 50 para famílias com gestantes, crianças entre 7 e 12 anos, adolescentes entre 13 e 18 anos (Variável Familiar);
  • Benefício para famílias com lactantes e crianças com menos de 7 meses (Variável Nutriz). Esse pagamento começará em setembro;
  • Benefício extra da transição para cidadãos que recebiam valores mais altos no Auxílio Brasil. Esse benefício será pago apenas até maio de 2025.

Em agosto, o programa receberá um adicional de R$ 110

Quando mencionamos o adicional de R$ 110 a ser depositado no Bolsa Família em agosto, estamos nos referindo ao auxílio-gás. O programa concede esse benefício juntamente com as parcelas regulares.

Instituído em 2021, o auxílio-gás tem como propósito diminuir o efeito do preço do gás de cozinha no orçamento das famílias de baixa renda. Em resumo, ele permite que as famílias mais pobres possam comprar um botijão de gás (GLP) de 13 quilos, item essencial para o preparo de alimentos em casa.

Nos últimos anos, o preço médio do botijão de gás sofreu aumentos consideráveis. Assim, a criação do auxílio-gás se tornou fundamental para ajudar as famílias mais necessitadas.

R$ 110 é o valor oficial do auxílio-gás no Bolsa Família?

Podemos confirmar que a resposta é não. O valor do auxílio-gás no programa Bolsa Família não é de R$ 110, visto que o benefício é um dos poucos programas sociais do Governo com parcelas que variam.

No começo, o auxílio-gás correspondia à metade do preço médio de um botijão de gás de 13 quilos. No entanto, neste ano, o governo Lula ampliou os pagamentos para cobrir integralmente o valor do item.

Para o próximo depósito, agendado para agosto, a Associação Brasileira de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com base no preço médio do botijão de gás GLP em todo o país, ainda não anunciou o valor oficial. Geralmente, os pagamentos variam entre R$ 100 e R$ 112.

Milhões de brasileiros são elegíveis para o benefício

Ler também: Perguntas frequentes sobre o Minha Casa Minha Vida: Saiba tudo sobre o programa habitacional

Em relação aos beneficiários, mais de 7 milhões de famílias têm direito ao auxílio-gás. No entanto, é importante destacar que o benefício não se limita apenas aos beneficiários do Bolsa Família que, por sua vez, não garantem automaticamente o pagamento de R$ 110.

Os brasileiros precisam cumprir alguns critérios importantes, tais como:

  • Estar com inscrição ativa e atualizada no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal;
  • Possuir renda mensal familiar per capita igual ou inferior a meio salário mínimo (R$ 660 para 2023).

Além disso, o auxílio-gás é concedido também a famílias que tenham beneficiários do Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica de Assistência Social (BPC/LOAS) vivendo na mesma casa.

Isso significa que os depósitos ocorrem a cada dois meses. Com o não pagamento em julho, os depósitos serão realizados em agosto, determinados pelo valor estabelecido pela ANP.

Independentemente do mês, o calendário do auxílio-gás segue o mesmo do Bolsa Família. Dessa forma, a organização dos depósitos é baseada no último dígito do Número de Inscrição Social (NIS) dos beneficiários.

  • 1 – 18 de agosto;
  • 2 – 21 de agosto;
  • 3 – 22 de agosto;
  • 4 – 23 de agosto;
  • 5 – 24 de agosto;
  • 6 – 25 de agosto;
  • 7 – 28 de agosto;
  • 8 – 29 de agosto;
  • 9 – 30 de agosto;
  • 0 – 31 de agosto.