Universo dos Cartões
0%

Veja quem recebe o Bolsa Família desta quarta (29)

Veja quem recebe o Bolsa Família desta quarta (29)

O Bolsa Família começou os pagamentos no dia 17 de novembro, ou seja, quase todos os beneficiários já receberam o valor. Desse modo, nesta quarta-feira acontece o penúltimo pagamento do mês, para os beneficiários de NIS final 9. 

Neste mês o governo não depositou o valor referente ao Auxílio Gás, visto que este é um benefício bimestral. A próxima parcela cairá em dezembro, e deve seguir as mesmas datas do Bolsa Família como de costume. 

Veja mais: Até quando posso apostar na Mega da Virada?

Calendário de novembro completo

Como dito antes, os pagamentos já estão terminando, então confira as datas restantes deste mês:

  • NIS final 1 – 17 de novembro;
  • NIS final 2 – 20 de novembro;
  • NIS final 3 – 21 de novembro;
  • NIS final 4 – 22 de novembro; 
  • NIS final 5 – 23 de novembro; 
  • NIS final 6 – 24 de novembro; 
  • NIS final 7 – 27 de novembro; 
  • NIS final 8 –  28 de novembro; 
  • NIS final 9 – 29 de novembro; 
  • NIS final 0 – 30 de novembro.

Valores adicionais do Bolsa Família

Em outubro, o governo liberou um novo valor adicional ao Bolsa Família, de R$ 50 e destinado a mulheres mães de bebês de até seis meses. Além disso, o programa conta com outros valores adicionais, como: 

  • BPI (Benéfico Primeira Infância): garante um valor extra de R$ 150 por criança entre zero e sete anos;
  • BVF (Benefício Variável Familiar): adicional de R$ 50 para gestantes, crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos;
  • BRC (Benefício de Renda de Cidadania): R$ 142 para cada pessoa da família;
  • BCO (Benefício Complementar): destinado para famílias que a soma dos benefícios não chega a R$ 600;
  • BET (Benefício Extraordinário de Transição): usado em casos específicos em que nenhum beneficiário receba menos do que recebia no programa.

Apesar do valor extra continuar valendo, neste mês os beneficiários não puderam sacar o benefício com antecedência como no mês passado. Em outubro isso foi permitido para famílias da região amazônica e do sul do país, visto que ambas as regiões sofreram com adversidades climáticas. 

Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado