Loading...
0%

Surpresa para brasileiros: Aprovada NOVA ALTERAÇÃO no Minha Casa, Minha Vida!

Surpresa para brasileiros: Aprovada NOVA ALTERAÇÃO no Minha Casa, Minha Vida!

Nesta quarta-feira (7), a medida provisória (MP) para a reestruturação do programa Minha Casa, Minha Vida foi ratificada pelo plenário da Câmara dos Deputados. Agora, o texto será submetido à deliberação do plenário do Senado e precisa ser ratificado até a próxima semana para manter sua vigência.

Conforme Marangoni (União-SP), relator da MP, o texto tem o intuito de conjugar desenvolvimento urbano e habitação, retificando falhas históricas para impedir a criação de guetos em periferias e a marginalização de famílias. Adicionalmente, a medida propõe a revitalização dos centros urbanos para permitir o retorno das famílias ao centro.

O texto ratificado na Câmara dos Deputados inclui uma série de alterações em comparação ao texto original da medida provisória. Entre essas modificações, é relevante destacar o término da exclusividade da Caixa Econômica Federal na edificação das habitações do programa Minha Casa, Minha Vida. Assim, estima-se incentivar a inclusão de bancos privados, bancos digitais e instituições financeiras locais na gestão do programa.

“A recuperação do Minha Casa, Minha Vida é um marco histórico. Permanecemos 4 anos sem uma única nova unidade habitacional contratada pelo governo para a faixa 1”, pronunciou o deputado Isnaldo Bulhões Júnior (MDB-AL).

Faixas de renda do programa habitacional

Segundo o texto ratificado, o programa Minha Casa, Minha Vida estipulará três categorias de renda para as famílias contempladas. Em áreas urbanas, a faixa 1 será atribuída a famílias com renda bruta familiar mensal até R$ 2.640. A faixa 2 abrangerá famílias com renda até R$ 4.400, e a faixa 3 será destinada a famílias com renda até R$ 8.000.

Em áreas rurais, os valores serão avaliados anualmente devido à oscilação sazonal da renda rural. Para a faixa 1 das áreas rurais, serão inclusas famílias com renda anual até R$ 31.680. A faixa 2 abarcará famílias com renda até R$ 52.800, e a faixa 3 será para famílias com renda até R$ 96.000. A atualização dos valores será de responsabilidade do Ministério das Cidades.

Conheça o Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa, Minha Vida é uma política habitacional brasileira visando facilitar o acesso à moradia digna para a população de baixa renda. Instituído em 2009, o programa ambiciona reduzir o déficit habitacional brasileiro e ampliar as condições de vida das famílias em condição de vulnerabilidade social.

Um dos principais aspectos do Minha Casa, Minha Vida é a colaboração entre o Governo Federal, estados, municípios, empresas do setor de construção civil e os beneficiários. Por meio desta parceria, o programa viabiliza a construção de unidades habitacionais em diferentes modalidades, atendendo a famílias com diferentes faixas de renda.

Desde a sua instauração, o Minha Casa, Minha Vida tem sido um instrumento crucial para a diminuição do déficit habitacional no Brasil. Milhões de famílias já foram favorecidas, tendo a chance de concretizar o sonho da casa própria e aprimorar sua qualidade de vida.

O programa passou por reajustes e alterações ao longo dos anos, se adaptando às demandas e necessidades da população. Com uma perspectiva inclusiva e voltada para a promoção da moradia digna, o Minha Casa, Minha Vida continua desempenhando um papel fundamental na garantia do direito à moradia no país.