Loading...
0%

Sistema do Governo amplia o alcance do BOLSA FAMÍLIA com quase 1,5 milhão de novos beneficiários

Sistema do Governo amplia o alcance do BOLSA FAMÍLIA com quase 1,5 milhão de novos beneficiários

O Governo Federal recém-comunicou uma notícia positiva para os participantes do Bolsa Família. No corrente mês de julho, o principal programa de transferência de renda do Brasil agregou 300 mil novos núcleos familiares à lista de beneficiários.

Considerando os números de julho, o Bolsa Família incrementou 1,3 milhão de famílias a seus pagamentos desde março do presente ano, momento da reestruturação sob o governo Lula. Agora, o pagamento de julho contemplará um total de 20,9 milhões de famílias em todo território brasileiro.

Valor médio da parcela do Bolsa Família em julho

Em resumo, a quantia média do auxílio assistencial alcançou R$ 684,17 no sétimo mês de 2023. Apesar de este valor ser menor que a média de junho (R$ 705,40), ainda assim supera a quantia mínima de R$ 600 estabelecida pelo Bolsa Família. Ou seja, os beneficiários recebem, em média, uma quantia acima do mínimo definido.

Para o pagamento do Bolsa Família em julho, o governo federal investiu o total de R$ 14 bilhões. “Esses recursos se dirigem àqueles que mais precisam e a áreas que também necessitam desse dinheiro para gerar mais atividade econômica”, assegurou Wellington Dias, o Ministro do Desenvolvimento Social.

Ler também: Saque do Bolsa Família sem Documentos choca brasileiros

Vale recordar que o mês de junho registrou o mais alto pagamento na história do Bolsa Família, sendo o primeiro e único mês a ultrapassar a marca de R$ 700. Mesmo que o valor de julho tenha sido mais baixo, a transferência ainda representou um montante considerável para os inscritos no programa.

Calendário de pagamentos em julho

O início do pagamento da parcela de julho do programa social ocorreu na terça-feira (18), seguindo o calendário estabelecido pelo Governo Federal. As transferências seguem o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Os participantes do programa recebem a quantia por meio da Caixa Econômica Federal, seja em agências bancárias ou pelo aplicativo Caixa Tem.

Segue abaixo o calendário de pagamentos do Bolsa Família para julho de 2023:

  • NIS final 1: dia 18 de julho (LIBERADO);
  • NIS final 2: dia 19 de julho;
  • NIS final 3: dia 20 de julho;
  • NIS final 4: dia 21 de julho;
  • NIS final 5: dia 24 de julho;
  • NIS final 6: dia 25 de julho;
  • NIS final 7: dia 26 de julho;
  • NIS final 8: dia 27 de julho;
  • NIS final 9: dia 28 de julho;
  • NIS final 0: dia 31 de julho.

É importante destacar que o calendário de pagamentos do programa distribui os valores nos últimos dias úteis de cada mês. Como as transferências seguem o último dígito do NIS, os pagamentos se estendem por dez dias, começando com o dígito 1 e finalizando no 0.

Por falar nisso, o NIS permite que o Governo Federal identifique os cidadãos que recebem benefícios sociais em todo país. Já que as transferências seguem o último dígito do NIS, um novo grupo recebe o valor em suas contas a cada dia útil todos os meses.

Benefício de Renda de Cidadania

Em julho, o valor do Bolsa Família se manteve em patamar elevado devido aos benefícios adicionais repassados aos beneficiários. O governo garante um pagamento mínimo de R$ 600 para as famílias, mas existem regras específicas que determinam os valores a serem recebidos.

Em primeiro lugar, o Benefício de Renda de Cidadania assegura o pagamento de R$ 142 por pessoa que compõe a família dos beneficiários, registrados no Cadastro Único (CadÚnico). No entanto, se o beneficiário mora sozinho, por exemplo, ele não receberá apenas R$ 142, mas a parcela mínima de R$ 600, pois o governo complementa o valor transferido.

No caso das famílias com mais de cinco pessoas, a quantia da parcela será calculada pela multiplicação de R$ 142 pelo número de membros. Assim, uma família com cinco pessoas receberá R$ 710, enquanto uma com dez pessoas receberá R$ 1.420.

Benefícios incrementam o valor da parcela do Bolsa Família

Além disso, outros benefícios adicionais pagos pelo Governo Federal ampliam o valor da transferência. Neste mês de julho, a parcela se manteve elevada, uma vez que a distribuição dos benefícios adicionais ocorrerá novamente.

Ler também: Benefício Excepcional Alcançará 20 mil Famílias; Veja se você é elegível

Confira abaixo quais são os benefícios que incrementam o valor da parcela paga aos usuários do Bolsa Família:

Benefício Primeira Infância: desde março, o governo tem efetuado o pagamento de R$ 150 por criança de até seis anos de idade. Em resumo, o benefício é cumulativo, ou seja, se existirem mais crianças nessa faixa etária na família, todas terão direito ao valor do benefício.

Benefício Variável Familiar: Este garante um adicional de R$ 50 para dependentes de sete a 18 anos, assim como para gestantes e lactantes que fazem parte da família.

Segundo as normas do Bolsa Família, cada benefício se destina a um grupo específico de pessoas. Portanto, as famílias podem receber todos eles cumulativamente.

Em suma, uma família com crianças menores e maiores de seis anos, além de gestantes e lactantes, receberá cinco valores em julho, incluindo a parcela mínima de R$ 600.