Loading...
0%

Saiba tudo sobre o Valores a Receber

Saiba tudo sobre o Valores a Receber

Descubra se você tem fundos esquecidos, Guia completo sobre o sistema do Banco Central

O Banco Central do Brasil (BC) disponibilizou um serviço online, o Sistema Valores a Receber (SVR), que possibilita a brasileiros verificar se possuem algum dinheiro esquecido em instituições bancárias. Aqui está o que você precisa saber para consultar online com seu CPF, o prazo para saque e mais.

O SVR é uma plataforma digital do BC que ajuda indivíduos, empresas e os parentes de falecidos a verificar se têm algum recurso não reclamado em bancos ou outras instituições financeiras. As consultas ao sistema, que estiveram suspensas desde abril de 2022, foram retomadas na última terça-feira (28), acessíveis através do site “valoresareceber.bcb.gov.br/publico”. Para descobrir se têm direito a algum resgate, os usuários precisam fornecer apenas o CPF e a data de nascimento, ou o CNPJ e a data de abertura da empresa.

Por enquanto, o SVR apenas confirma a existência ou não de fundos a serem resgatados, sem revelar o valor. Esta informação estará disponível a partir das 10h da próxima terça-feira (7), no mesmo site. Esta é também a data de início dos saques. O montante total a ser distribuído é de R$ 6 bilhões, beneficiando 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. Para ajudar os brasileiros a entender melhor, o TechTudo elaborou uma lista com seis perguntas frequentes sobre o dinheiro esquecido em bancos, incluindo orientações sobre a consulta, saque e como evitar golpes.

1. Qual é o site para verificar se tenho fundos a serem resgatados?

A única plataforma oficial para consulta e solicitação de restituição dos fundos é valoresareceber.bcb.gov.br. Outros sites que pareçam semelhantes à página do Banco Central não são oficiais e podem ser golpes de cibercriminosos para roubar seus dados.

2. Quais são os tipos de fundos a serem resgatados?

Os fundos não reclamados de bancos e instituições financeiras podem ser de:

– Contas correntes ou poupanças encerradas com saldo remanescente;

– Quotas de capital e distribuição de excedentes líquidos de ex-participantes de cooperativas de crédito;

– Recursos não reclamados de grupos de consórcio encerrados;

– Tarifas cobradas de forma indevida;

– Parcelas ou despesas de operações de crédito cobradas de forma indevida;

– Contas de pagamento pré ou pós-pagas encerradas com saldo remanescente;

– Contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas com saldo remanescente;

– E outros recursos disponíveis para restituição nas instituições.

3. Como verificar se tenho fundos a serem resgatados?

Para saber se você tem dinheiro esquecido em bancos, visite o site do SVR e informe o seu CPF e data de nascimento, ou CNPJ e data de abertura da sua empresa. Por enquanto, o sistema apenas indica se você tem ou não fundos a serem resgatados. Se a consulta retornar um resultado positivo, volte ao site a partir das 10h de 7 de março, próxima terça-feira, para descobrir o valor devido e como solicitar a restituição.

Consulte se você tem Valores Esquecidos clicando no botão abaixo 👇

4. Quando os saques dos fundos esquecidos começam?

A partir de 7 de março, você poderá ver o valor que tem a receber e solicitar o resgate. O total a ser distribuído é de R$ 8 bilhões, beneficiando 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs.

5. O que mudou no Sistema Valores a Receber?

O SVR tem algumas atualizações. Agora, não será mais necessário agendar acessos com base na data de nascimento ou data de abertura da empresa. O sistema agora possui uma sala de espera virtual para atendimento quando há excesso de acessos. Além disso, é possível verificar recursos de uma pessoa falecida como herdeiro ou representante legal.

6. Como evitar golpes relacionados ao dinheiro esquecido em bancos?

A primeira medida para evitar golpes é garantir que você está realmente no site oficial do Sistema Valores a Receber. Esteja atento ao domínio da página: criminosos podem criar sites com aparência semelhante à do site do Banco Central e fazer pequenas alterações na URL para enganar vítimas desavisadas.

Além disso, lembre-se de que:

– O Banco Central não envia links nem entra em contato para discutir sobre fundos a receber ou confirmar seus dados pessoais;

– Apenas a instituição que aparece no Sistema Valores a Receber pode contatá-lo, e nunca pedirá sua senha;

– Evite clicar em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.

– As instituições que devem os valores não exigem pagamento de taxas para a devolução do dinheiro. Portanto, nunca faça transferências para receber essas quantias.”

Você pode consultar se tem Valores Esquecidos em seu nome clicando no botão abaixo👇