Loading...
0%

Revelado: Bolsa Família terá ALTERAÇÃO SIGNIFICATIVA no sistema de pagamentos!

Revelado: Bolsa Família terá ALTERAÇÃO SIGNIFICATIVA no sistema de pagamentos!

Usuários do Bolsa Família expressam preocupação sobre alterações no programa social. O principal benefício social do Brasil sofrerá uma transformação significativa, conforme revelou Maria Rita Serrano, presidente da Caixa Econômica Federal.

Recentemente, na segunda-feira (7), o Banco Central (BC) divulgou o nome da nova moeda digital brasileira: Drex. E, de acordo com planos, sua introdução ao mercado acontecerá em setembro deste ano.

O Drex pode se tornar o meio de pagamento do Bolsa Família

Ler também: Reestruturação do Bolsa Família? Compreenda as modificações com a atual MP

Durante uma entrevista ao Jornal Nacional, Rita Serrano declarou que o Drex pode começar a servir como forma de pagamento do Bolsa Família. Isso significa que em breve, os participantes do programa poderão usar a recente moeda digital brasileira. Essa é, pelo menos, a visão da Caixa Econômica.

De fato, o banco, em colaboração estreita com o governo federal, planeja lançar um laboratório de inovações digitais em setembro. Dessa forma, a Caixa, encarregada de distribuir benefícios como o Bolsa Família e o Auxílio Gás, pretende processar esses pagamentos usando o Drex.

O valor do Bolsa Família sofrerá alterações?

Uma inquietação frequente entre os usuários do Bolsa Família é sobre possíveis mudanças no valor mensal. Muitos temem que a adoção do Drex mude o montante repassado. No entanto, a transição para o Drex não resultará em mudanças no valor do benefício.

Em suma, essa moeda digital atuará como um complemento ao dinheiro físico. Portanto, sua equivalência se mantém. Por exemplo, 1 Drex valerá o mesmo que R$ 1,00.

O papel vital da Caixa no Drex

A Caixa Econômica desempenha um papel crucial no sucesso do Drex, visto que marca presença em 99% dos municípios brasileiros, servindo mais de 155 milhões de clientes no país por meio de quase 27 mil pontos de atendimento.

Além disso, a Caixa detém o título de maior banco da América Latina, com cerca de R$ 1,6 trilhão em ativos. Em resumo, sua vasta atuação amplia o potencial do Drex de uma forma que outros bancos nacionais não conseguem.

O real digital substituirá o papel-moeda?

Com a iminente chegada da nova moeda, muitos se questionam se o real digital substituirá o dinheiro físico no Brasil. Mas, aqueles com tal preocupação podem ficar tranquilos, pois isso não ocorrerá.

De fato, essa criptomoeda oficial funcionará como um complemento ao dinheiro tradicional. Portanto, os cidadãos poderão utilizá-la para transações, assim como já fazem com o dinheiro em contas ou apps financeiros. Ademais, o BC será responsável pela emissão e custódia da moeda.

Em essência, os brasileiros ganharão uma nova opção para transações digitais. Isso sem mencionar a opção de conversão da moeda digital para papel-moeda. A principal meta do real digital é otimizar eficiência e diminuir custos, oferecendo serviços até então inexplorados no Brasil.

O BC acredita que o real digital diminuirá os custos bancários para a população. Em resumo, a ideia é que ele incentive a democratização de produtos financeiros, especialmente por meio das fintechs.

Calendário de pagamentos de agosto

Ler também: Real Digital: Governos Avaliam Modificações nos Pagamentos de Benefícios. Entenda!

O governo federal já divulgou o calendário de pagamento de agosto do Bolsa Família. Seguindo a rotina, a Caixa processa os pagamentos nos dez últimos dias úteis do mês, baseados no último dígito do NIS dos beneficiários. Assim, a cada dia útil, um novo grupo acessa o benefício em suas contas.

Os participantes do programa aguardam ansiosamente o pagamento de agosto. Todos receberão um mínimo de R$ 600. Contudo, em certos cenários, alguns recebem até mais de R$ 1.000 devido a benefícios extras.

Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família para agosto de 2023:

  • NIS terminando em 1: 18 de agosto (sexta-feira);
  • NIS terminando em 2: 21 de agosto (segunda-feira);
  • NIS terminando em 3: 22 de agosto (terça-feira);
  • NIS terminando em 4: 23 de agosto (quarta-feira);
  • NIS terminando em 5: 24 de agosto (quinta-feira);
  • NIS terminando em 6: 25 de agosto (sexta-feira);
  • NIS terminando em 7: 28 de agosto (segunda-feira);
  • NIS terminando em 8: 29 de agosto (terça-feira);
  • NIS terminando em 9: 30 de agosto (quarta-feira);
  • NIS terminando em 0: 31 de agosto (quinta-feira).

Por fim, os beneficiários podem verificar o valor pelo aplicativo Caixa Tem. Aqueles que preferirem sacar o montante podem visitar qualquer agência da Caixa para fazê-lo.