Universo dos Cartões
0%

Revelação da Tabela Atualizada do Bolsa Família de Julho: Descubra os Valores a Receber

Revelação da Tabela Atualizada do Bolsa Família de Julho: Descubra os Valores a Receber

O Governo Federal, de forma recente, anunciou o cronograma de pagamento do Bolsa Família de julho, incorporando a nova tabela de valores. No decorrer do tempo, o programa foi objeto de diversas reformulações, com o propósito expresso de oferecer benefícios adicionais aos participantes.

Em termos nacionais, o Bolsa Família se destaca como o programa de distribuição de renda mais abrangente do Brasil, prestando assistência a cerca de 21 milhões de pessoas todo mês. Para se habilitar, os indivíduos devem estar na categoria de baixa renda e possuir cadastro no CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal).

A seguir, apresentaremos mais detalhes sobre a nova tabela do Bolsa Família e as formas de acesso aos novos valores.

Governo Federal revela nova tabela do Bolsa Família

Desde o começo de 2023, uma colaboração do Governo Federal com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) estabeleceu o pagamento de R$ 600 por família. Isso configura o pagamento mínimo que todos os inscritos devem obter a partir deste ano.

Ler também: Saque do Bolsa Família sem Documentos choca brasileiros

Apesar disso, com o passar do tempo, o programa experimentou outras alterações. No mês de março, o MDS aprovou um adicional de R$ 150 para famílias com crianças de até 6 anos. Recentemente, foi instituído um novo bônus, com a finalidade de garantir uma renda mais ampla para as famílias.

A partir deste ponto, novos grupos terão direito a um acréscimo de R$ 50 no benefício mensal. Veja quem são os beneficiários:

  • Gestantes;
  • Nutrizes;
  • Crianças de 7 a 12 anos;
  • Adolescentes de 13 a 18 anos incompletos.

Vale ressaltar, todavia, que o pagamento é cumulativo. Isso significa que uma única família pode ser contemplada com vários acréscimos, a depender de sua composição. Para ilustrar, uma família que possua uma gestante, uma criança de até 6 anos e um adolescente de até 17 anos, receberá o total de R$ 850, ao somar o valor mínimo e os acréscimos para cada membro.

Como assegurar o recebimento dos acréscimos?

Para garantir a obtenção do Bolsa Família e dos acréscimos, é imprescindível manter os dados do CadÚnico atualizados. Através deste cadastro, o Governo Federal é capaz de identificar as famílias com direito ao benefício.

Ler também: Reestruturação do Bolsa Família? Compreenda as modificações com a atual MP

Por isso, é possível que uma família com direito ao bônus do Bolsa Família ainda não receba os acréscimos. Se essa for a sua situação, a sugestão é procurar o CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) para atualizar os dados cadastrais e iniciar o recebimento completo do benefício.

Todos os inscritos têm o dever de atualizar o CadÚnico em dois momentos específicos:

  • Quando ocorrer alguma alteração na informação familiar, como renda, quantidade de membros da família, endereço, telefone, entre outros;
  • A cada dois anos, mesmo quando não houver modificações nas informações da família.

Calendário de pagamentos de julho

O calendário de pagamentos do Bolsa Família de julho já adota os novos valores estabelecidos pelo Governo Federal, em parceria com o MDS. Além disso, os beneficiários já podem verificar a data de pagamento.

Ler também: Benefício Excepcional Alcançará 20 mil Famílias; Veja se você é elegível

A Caixa Econômica é a instituição encarregada de realizar os repasses e considera o último número do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários. Desse modo, a cada dia, um novo grupo ganha acesso aos recursos. Confira o calendário oficial deste mês:

  • Final de NIS 1: 18 de julho;
  • Final de NIS 2: 19 de julho;
  • Final de NIS 3: 20 de julho;
  • Final de NIS 4: 21 de julho;
  • Final de NIS 5: 24 de julho;
  • Final de NIS 6: 25 de julho;
  • Final de NIS 7: 26 de julho;
  • Final de NIS 8: 27 de julho;
  • Final de NIS 9: 28 de julho;
  • Final de NIS 0: 31 de julho.

Os beneficiários podem retirar o Bolsa Família em diversos canais de atendimento da Caixa. Portanto, os beneficiários têm acesso aos recursos nas casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nas agências.

Outra opção é realizar o saque sem cartão diretamente no caixa eletrônico do banco, utilizando o código gerado no aplicativo Caixa Tem.

Por fim, os beneficiários têm a liberdade de movimentar os recursos através do aplicativo e realizar pagamentos, transferências, PIX, recarga de celular e acessar diversos serviços bancários do app.