Universo dos Cartões
0%

Resgate de Valores Esquecidos no Banco Central: guia para herdeiros

Resgate de Valores Esquecidos no Banco Central: guia para herdeiros

Descubra o método para reaver dinheiro em contas inativas junto ao Banco Central do Brasil. Veja como proceder para requerer o resgate.

Recentemente, o Banco Central do Brasil (BC) divulgou que aproximadamente R$ 7,3 bilhões permanecem disponíveis no Sistema Valores a Receber (SVR) para resgate em contas inativas. Dentro deste valor “abandonado”, estão inclusos também os bens de pessoas que já faleceram, segundo informou o portal Estadão.

Aqueles que desejam requisitar e, por conseguinte, receber tais quantias, necessitam ser herdeiros, beneficiários testamentários, inventariantes, ou procuradores legais dos já falecidos. O procedimento para requisição e consulta destas quantias se realiza exclusivamente pelo site oficial do Banco Central. Veja mais detalhes a seguir.

Como verificar e reaver valores no Banco Central

Ler também: Comunicado Crucial do Banco Central: Orientações para Quem Tem Valores a Receber!

De forma resumida, o BC ressalta que todos esses serviços são totalmente gratuitos. Assim, não se faz necessário realizar nenhum pagamento para obter acesso aos valores. Basta seguir os passos abaixo:

  • Entrar no site oficial;
  • Selecionar “Consulte valores a receber“;
  • Inserir os dados requeridos como CPF e a data de nascimento do ente falecido;
  • Efetuar a confirmação de segurança e, finalmente, selecionar “Consultar”.

Finalmente, caso a consulta apresente valores para resgate, o prosseguimento com as etapas subsequentes da requisição de resgate é a atitude aconselhada.

Instruções para requerer

Dessa forma, o início da requisição dos valores também ocorre no site do Banco Central. Os usuários precisam selecionar “Acesse o Sistema de Valores a Receber”, e se não existir fila de espera, serão encaminhados para a página de login.

Entretanto, é necessário efetuar o login com a conta gov.br do herdeiro ou inventariante (nível Prata e Ouro), e não com a conta do indivíduo falecido.

Reaver o dinheiro “abandonado” no Banco Central

Ler também: Bancos como C6 Bank e Santander Apresentam Modalidade para Renda Adicional

Neste contexto, depois de logar, o usuário precisa escolher a opção “Valores para Pessoas Falecidas” dentro do sistema. Deverá inserir o CPF e a data de nascimento do falecido, ler e concordar com o Termo de Responsabilidade para consulta de dados de terceiros, para validar a autorização da consulta.

Cumprindo estes procedimentos, o usuário poderá ver na tela o montante a ser recebido, o nome e informações de contato da entidade financeira responsável pela devolução do valor e a procedência do mesmo. O Banco Central ainda faz uma observação crucial, elucidando que não envia links e não faz contato para discutir sobre os valores a receber.