Loading...
0%

OFICIAL! Adiantamento de cadastros no Minha Casa Minha Vida simplifica acesso ao crédito

OFICIAL! Adiantamento de cadastros no Minha Casa Minha Vida simplifica acesso ao crédito

O Governo Federal está incentivando a inscrição de novos beneficiários no programa Minha Casa, Minha Vida. A ideia é estimular empregos e promover crescimento nacional em questões econômicas e sociais.

Promovendo Desenvolvimento com o Novo Minha Casa Minha Vida

As informações oficiais preveem financiamento de dois milhões de imóveis pelo programa até 2026. Para isso, o governo está investindo neste reestruturado sistema de habitação popular.

O programa renovado

O programa Minha Casa, Minha Vida, substituto do antigo Casa Verde e Amarela, foi recriado por Medida Provisória. Ele estabelece cinco ações para facilitar o acesso à habitação:

Ler também: Verifique se você foi aprovado no Bolsa Família 2023. Aprenda como consultar.

  • Subsídios para novas casas em áreas urbanas ou rurais;
  • Locação social em áreas urbanas;
  • Provisão de lotes urbanizados;
  • Melhorias habitacionais em áreas urbanas e rurais.

Cadastros e opções de financiamento

Já existem cadastros disponíveis do Minha Casa, Minha Vida para obras paralisadas que agora retomam. Isso oferece alternativas para acelerar o financiamento, reduzindo a dependência governamental.

Requisitos para aderir ao programa

Os requisitos do programa são principalmente ligados à renda familiar. O governo estabeleceu três faixas de renda para o enquadramento nos cadastros do programa, com o objetivo de abranger famílias de diferentes níveis de renda. As faixas são:

  • Faixa Urbano 1: para renda familiar mensal de até R$ 2.640;
  • Faixa Urbano 2: para famílias com renda entre R$ 2.640,01 e R$ 4.400;
  • Faixa Urbano 3: para rendas entre R$ 4.400,01 e R$ 8.000.

Sobre faixas rurais do programa

Ler também: Benefício Excepcional Alcançará 20 mil Famílias; Veja se você é elegível

A primeira faixa rural requer renda anual até R$ 31.680. A faixa 2 vai de R$ 31.680,01 a R$ 52.800. E a faixa 3 vai de R$ 52.800,01 a R$ 96.000.

Prioridade na concessão do título

Os cadastrados devem estar cientes da ordem de prioridade para receber o título de propriedade. O governo estabeleceu prioridade para:

  • Mulheres chefes de família;
  • Famílias com deficientes, idosos, crianças e adolescentes;
  • Famílias em risco ou vulnerabilidade;
  • Famílias em calamidade;
  • Famílias deslocadas por obras federais;
  • Famílias em situação de rua.

Adiantando o financiamento Minha Casa Minha Vida

Para acelerar o financiamento, recomendamos buscar bancos ou construtoras parceiras. O cadastro na prefeitura depende do início da obra e da disponibilidade do imóvel.

Portanto, ao contatar a Caixa Econômica ou Banco do Brasil, o interessado deve ter em vista um imóvel dentro dos limites de financiamento.

Ampla oportunidade para aquisição de imóvel

Ler também: Bolsa Família anuncia a introdução de cartões de débito para facilitar os pagamentos

O programa Minha Casa, Minha Vida, com sua reestruturação, tem sido uma ferramenta para promover o desenvolvimento econômico