Universo dos Cartões
0%

O que é Voa Brasil? Conheça o novo programa do governo

O que é Voa Brasil? Conheça o novo programa do governo

O projeto Voa Brasil, uma iniciativa do governo federal, oferecerá passagens aéreas com desconto para aposentados e pensionistas do INSS. Inicialmente previsto para ser lançado em agosto, o programa enfrentou atrasos devido à necessidade de ajustes. 

Agora, espera-se que o lançamento ocorra até o final deste ano. Confira a seguir todos os detalhes sobre essa plataforma e entenda como ela funcionará.

Veja mais: É possível cancelar um Pix? 

Como o Voa Brasil vai funcionar?

Como dito antes, o programa é direcionado a aposentados e pensionistas do INSS que ganham até R$ 6,8 mil. Dessa forma, a ideia do Voa Brasil é disponibilizar passagens a R$ 200 através de um aplicativo que está em desenvolvimento. 

Além disso, a plataforma é uma parceria do governo federal com as companhias aéreas. De acordo com Márcio França, ex-ministro de Portos e Aeroportos, as três maiores companhias do Brasil (Azul, GOL e Latam) já toparam participar da iniciativa.

Agora, basta aguardar o lançamento do Voa Brasil para conseguir as passagens por preços mais baratos. 

Cuidado com o golpes

Ainda que o Voa Brasil nem tenha sido lançado, criminosos já se aproveitam da iniciativa para aplicar golpes. Então, é bom ficar atento, já que os golpistas entram em contato por meio de mensagens, links e até mesmo telefonemas. 

Ou seja, os sites que estão circulando em links e redes sociais são falsos e acabam roubando dados pessoais e dinheiro das vítimas. 

Dessa forma, o Ministério de Portos e Aeroportos não está fazendo cadastros, tampouco solicitando dinheiro para as pessoas participarem do programa. Essas informações são falsas e trata-se de um golpe. 

Além disso, o ministério ainda destacou, em nota, que assim que o programa estiver em vigor, o governo não vai contatar as pessoas diretamente e nem vai usar intermediários para disponibilizar o cadastro. 

Então, caso você veja alguma mensagem deste tipo é importante denunciar nos canais oficiais: 

Imagem: Tarik Nachat/Pexels