Loading...
0%

Novo Grupo Recebe BOLSA FAMÍLIA pela Caixa neste Dia 26/09

Novo Grupo Recebe BOLSA FAMÍLIA pela Caixa neste Dia 26/09

Nesta terça-feira (26), a Caixa Econômica Federal está realizando o pagamento da parcela de setembro para outro conjunto de beneficiários do Bolsa Família. Os depósitos deste mês estão quase concluídos, contudo, milhões de pessoas no Brasil ainda receberão o mais robusto programa de transferência de renda do país.

Nesta semana, a Caixa já realizou os pagamentos para os beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 6. Importante mencionar, os depósitos do programa acontecem nos 10 últimos dias úteis de cada mês, de acordo com o último dígito do NIS dos beneficiários. Deste modo, a cada dia útil, um grupo diferente consegue acessar o valor em suas contas.

Ler também: Bolsa Família: Divulgados os Beneficiários de R$600 e Extras pelo Governo; Confira!

Hoje (26), estão recebendo os beneficiários com NIS terminado em 7. Eles podem retirar o valor pelo Caixa Tem, entretanto, quem desejar fazer o saque em dinheiro pode se dirigir a uma agência bancária para efetuar a transação.

Últimos dias para o Bolsa Família de setembro

Resumidamente, o ciclo de pagamento de setembro do Bolsa Família começou no dia 18 passado. Os depósitos prosseguirão até o fim desta semana, isto é, alguns conjuntos de segurados ainda estão para receber o auxílio.

Veja o calendário de pagamentos do Bolsa Família de setembro de 2023:

  • NIS terminado em 1: 18 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 2: 19 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 3: 20 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 4: 21 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 5: 22 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 6: 25 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 7: 26 de setembro (LIBERADO);
  • NIS terminado em 8: 27 de setembro;
  • NIS terminado em 9: 28 de setembro;
  • NIS terminado em 0: 29 de setembro.

O NIS possibilita ao Governo Federal rastrear os cidadãos que obtêm benefícios sociais. Assim, é crucial manter os documentos pessoais e a atualização de dados em dia para evitar o risco de cancelamento do Bolsa Família.

Nesta semana, a Caixa realizará mais três depósitos para segurados com NIS terminado em 8, 9 e 0. As famílias inclusas nestes grupos estão aguardando ansiosamente para acessar o valor da parcela assim que estiver disponível.

Parcela mínima de R$ 600

O governo federal assegura um pagamento mínimo de R$ 600 a cada usuário do Bolsa Família. Portanto, o benefício não será inferior a esse montante, a não ser para segurados que contrataram o Auxílio Consignado anteriormente, uma vez que os descontos do empréstimo incidem diretamente sobre o valor do benefício.

Contudo, o Bolsa Família tem outra normativa, o Benefício de Renda de Cidadania, que assegura um pagamento de R$ 142 por cada integrante da família cadastrado no CadÚnico.

Se essa norma fosse aplicada isoladamente, famílias compostas por uma única pessoa receberiam somente R$ 142 por mês. Contudo, como a parcela mínima é de R$ 600, o governo suplementa o valor. Isso se aplica a famílias de até quatro membros, que teriam direito a, no máximo, R$ 568 (R$ 142 x 4) por mês.

Quando a família tem mais de quatro membros, o governo não complementa o valor, já que o benefício ultrapassa os R$ 600. Por exemplo, uma família de cinco pessoas recebe R$ 710 por mês (R$ 142 x 5).

Benefícios Adicionais do Bolsa Família

Estes valores são o básico do benefício, mas o Bolsa Família não possui um teto para os valores recebidos. Assim, beneficiários podem obter mais que R$ 600, e isso tem sido comum nos últimos meses devido aos benefícios adicionais concedidos pelo governo.

Aqui estão os benefícios adicionais do Bolsa Família:

  • Benefício Primeira Infância: desde março de 2023, o governo tem pago R$ 150 por criança de até seis anos.
  • Benefício Variável Familiar: concede um adicional de R$ 50 para crianças e jovens de sete a 18 anos, além de gestantes e lactantes da família.

Em termos práticos, uma unidade familiar com dois adultos e três crianças de 2, 4 e 6 anos, receberá um montante mensal de R$ 710 (R$ 142 x 5 = R$ 710), somado a R$ 150 por cada criança de até seis anos (R$ 150 x 3 = R$ 450). Portanto, o benefício totalizará R$ 1.160 mensais (R$ 710 + R$ 450 = R$ 1.160).

Além disso, o montante pode ser ainda mais elevado, se existirem mais membros com direito aos subsídios adicionais, como gestantes ou crianças e adolescentes entre sete e 18 anos.

Ler também: Inscrição no Bolsa Família: Saiba quais documentos são necessários no CRAS.