Universo dos Cartões
0%

Medicamentos gratuitos do Governo: Uma oferta valiosa para os brasileiros.

Medicamentos gratuitos do Governo: Uma oferta valiosa para os brasileiros.

Nesta quarta-feira (7), uma série de mudanças no sistema do Farmácia Popular foi anunciada pelo Governo Federal. O programa social que concede medicamentos gratuitos, ou ao menos com algum grau de desconto em seus preços, teve as novidades anunciadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com o petista, a partir de agora, a obtenção dos medicamentos gratuitos será liberada para os usuários que fazem parte do programa Bolsa Família. Anteriormente, esses beneficiários já podiam fazer parte do Farmácia Popular, mas só podiam obter alguns medicamentos de forma completamente gratuita. A partir de agora, todos os remédios registrados na base do projeto serão gratuitos para este público.

Mas afinal de contas, o que é necessário fazer para obter esses medicamentos de forma gratuita? O que pode ser feito pelo usuário do programa Bolsa Família para que o remédio seja retirado em uma farmácia? Abaixo, um passo a passo é listado para que o projeto social seja acessado. Detalhes são apresentados.

Veja nossa calculadora de valores do Bolsa Família

Medidas a serem tomadas para a retirada do medicamento gratuito

Passo 1: identifique o remédio

O primeiro passo consiste em identificar qual é o remédio necessário. Conforme mencionado, nem todos os medicamentos estão disponíveis na lista do Farmácia Popular. Normalmente, a gratuidade é concedida apenas para os remédios importantes para o controle de doenças graves.

Atualmente, medicamentos que tratam doenças como asma, diabetes, hipertensão, anticoncepção, dislipidemia, doença de Parkinson, glaucoma, incontinência, osteoporose, rinite e doenças cardiovasculares são contemplados com a gratuidade. A lista completa contendo os nomes dos remédios pode ser consultada.

Passo 2: encontre uma farmácia

O segundo passo para a obtenção do medicamento gratuito é buscar uma farmácia da rede credenciada do programa Farmácia Popular. Nem todos os estabelecimentos possuem essa parceria, mas não é difícil encontrar uma unidade que a tenha.

Geralmente, a farmácia credenciada é identificada por meio de um selo exibido na fachada do estabelecimento. Caso não seja encontrado, uma sugestão é perguntar a qualquer atendente de farmácia qual é a unidade mais próxima que possui essa parceria com o Farmácia Popular.

Passo 3: apresente os documentos

Encontrou a farmácia credenciada? O próximo passo é comparecer ao estabelecimento portando os documentos pessoais, como registro de identidade e CPF. Além disso, é importante que a receita médica seja levada, a qual pode ter sido prescrita por um médico do Sistema Único de Saúde (SUS) ou da rede privada.

O atendente da farmácia poderá consultar se o nome está na lista de beneficiários do Bolsa Família e, caso seja confirmado, o remédio será concedido gratuitamente. Não é necessário realizar qualquer tipo de inscrição prévia no sistema do Farmácia Popular, pois o Governo já considera que o cidadão faz parte do programa de transferência de renda.

Novos credenciamentos

Além de ampliar o acesso do público

aos medicamentos gratuitos, a nova versão do programa Farmácia Popular também terá novos credenciamentos, ou seja, mais estabelecimentos estarão aptos a oferecer remédios gratuitos ou com descontos para a população em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com o Ministério da Saúde, 811 cidades poderão solicitar o credenciamento em todas as regiões do país. O Nordeste será o foco, com 94,4% de todas as novas parcerias.

Ao todo, o Ministério estima que até o final deste ano de 2023, cerca de 5.207 municípios brasileiros terão unidades do Farmácia Popular. Se esse número for confirmado na prática, será possível afirmar que o sistema atenderá 93% do território do Brasil.

Para dúvidas específicas sobre a situação do seu município, é recomendado entrar em contato com a secretaria de saúde local.