Loading...
0%

Mães chefes de família terão R$ 1.200 confirmados por Lula, surpreendendo a população brasileira

Mães chefes de família terão R$ 1.200 confirmados por Lula, surpreendendo a população brasileira

Em julho, algumas mães solteiras podem ter acesso a quantias superiores a um salário mínimo. Veja mais detalhes.

Em uma semana, o Governo Federal planeja reiniciar oficialmente os desembolsos do programa Bolsa Família. Espera-se que cerca de 21 milhões de indivíduos tenham direito a receber os fundos em suas contas bancárias. Uma parcela desses beneficiários está curiosa para saber se haverá alguma peculiaridade para as mães monoparentais nesta ocasião.

Essa pergunta não é recente. Vários beneficiários argumentam que as mães solteiras deveriam receber quantias mais significativas pelo Bolsa Família. Afinal, essas mulheres geralmente têm mais despesas para sustentar seus filhos. Além disso, encontrar trabalho e gerar renda é um desafio maior para elas.

Não é inédito

Recordemos que durante 2020, as mães solteiras tinham uma distinção semelhante. Naquele momento, o Governo Federal realizou pagamentos de R$ 600 do Auxílio Emergencial para seus beneficiários e de R$ 1,2 mil para essas mães solteiras. No segundo semestre, o valor diminuiu para R$ 300 para beneficiários comuns e R$ 600 para mães solteiras.

Legislações propostas

Existem alguns projetos de lei no Congresso Nacional que planejam aprovar um salário base de R$ 1,2 mil para mães solteiras. No entanto, essas propostas ainda precisam passar pela Câmara e pelo Senado. Além disso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva precisa sancionar essas pautas.

As mães solteiras receberão R$ 1,2 mil em julho?

O único desembolso previsto para as mães solteiras neste mês de julho é o Bolsa Família. As regras atuais do programa não preveem um saldo dobrado para este grupo. No entanto, em alguns casos, essas mulheres podem receber valores mais altos, até mesmo superiores a R$ 1,2 mil.

Ler também: Bolsa Família: Novas opções de empréstimo disponível pelo Caixa Tem

Por padrão, o Bolsa Família concede pagamentos mínimos de R$ 600 por família. Isso significa que todos os beneficiários deverão receber esse valor, independentemente do gênero. Com base nisso, os montantes podem aumentar dependendo de outros aspectos da família.

Exemplo:

Pense no caso de uma mãe com dois filhos, um de dois anos e outro de 12 anos, totalizando três pessoas na família. Neste caso, a família tem direito a R$ 600. Mas ainda há adicionais.

De acordo com as regras, essa família pode receber R$ 150 adicionais pelo filho de dois anos e R$ 50 adicionais pelo filho de 12 anos. Portanto, eles podem receber R$ 800 neste mês de julho.

Bolsa Família em julho

Em julho, os pagamentos do Bolsa Família pelo Governo Federal deverão ser retomados no dia 18. Como nos meses anteriores, o plano é liberar os fundos com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário. Aqueles com NIS terminando em 1 recebem no dia 18, enquanto aqueles com NIS terminando em 2 recebem no dia 19, e assim por diante.

Confira no calendário

  • Beneficiários com NIS terminando em 1: 18 de julho (terça-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 2: 19 de julho (quarta-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 3: 20 de julho (quinta-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 4: 21 de julho (sexta-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 5: 24 de julho (segunda-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 6: 25 de julho (terça-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 7: 26 de julho (quarta-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 8: 27 de julho (quinta-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 9: 28 de julho (sexta-feira);
  • Beneficiários com NIS terminando em 0: 31 de julho (segunda-feira).

Não são só as mães solteiras que podem receber o Bolsa Família. Para ser elegível, é preciso ter uma conta ativa e atualizada no Cadúnico. Além disso, a renda per capita do indivíduo deve ser de até R$ 218. O valor pago está mais relacionado ao número e à idade dos membros que residem na mesma residência.