Universo dos Cartões
0%

Governo estuda proposta para incluir empresas no Desenrola Brasil

Governo estuda proposta para incluir empresas no Desenrola Brasil

O Desenrola Brasil é uma plataforma que surgiu este ano e já ajudou muita gente a sair da inadimplência. A novidade agora é que as empresas podem, em um futuro próximo, serem beneficiadas com o programa. 

Isso porque o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), afirmou que essa é uma possibilidade. O anúncio aconteceu na última terça (28).

Desse modo, veja mais detalhes a respeito dessa proposta e saiba mais sobre o Desenrola Brasil. 

Veja mais: Falha no Bradesco faz as contas ficarem com mais dinheiro

Empresas poderão renegociar as dívidas? 

Se a proposta de foto for adiante, mais de 6 milhões de empresas serão beneficiadas. Isso porque de acordo com dados do Indicador de Inadimplência das empresas da Serasa evidenciaram que até setembro deste ano 6,6 milhões de companhias estão inadimplentes. 

Ou seja, 300 mil empresas a mais que o mesmo período em 2022. Se somadas, as dívidas chegam a R$ 122,2 bilhões. Dessa forma, o programa Desenrola Brasil seria uma boa maneira de estimular as empresas a quitarem as dívidas. 

Ranking de empresas mais endividadas 

A pesquisa da Serasa revelou os segmentos de empresas com mais dívidas, são eles: 

  • Serviços: 54,4%;
  • Comércio: 36,7%;
  • Indústria: 7,6%;
  • Primário: 0,9%;
  • Outros: 0,4%. 

Nova fase do Desenrola Brasil 

O Desenrola Brasil anunciou uma nova fase de negociações que vai renegociar dívidas mais altas, entre R$ 5 mil e R$ 20 mil.

Portanto, quem se interessar tem até 30 de dezembro para acessar o site e acertar os débitos, visto que depois deste prazo a dívida só poderá ser quitada à vista. Então, fique atento e não perca essa vantagem de parcelamento, visto que ela vai durar pouco tempo. 

Além disso, é importante mencionar que para acessar os descontos especiais é necessário ter cadastro no Portal Gov.br e uma conta nível prata ou ouro, bem como os dados cadastrais atualizados. 

Imagem: Reprodução