Universo dos Cartões
0%

ESTAS pessoas vão receber R$ 15 mil do Auxílio Brasil

ESTAS pessoas vão receber R$ 15 mil do Auxílio Brasil

Recentemente o Instituto do Sigilo anunciou um portal para verificar os dados dos beneficiários do antigo Auxílio Brasil. É importante destacar que muitas pessoas que recebiam o benefício tiveram os dados vazados e agora poderão receber R$ 15 mil. 

Esse valor refere-se a indenização às vítimas do caso, já que elas tiveram dados sensíveis como CPF, nome e endereço expostos. Veja a seguir mais detalhes a respeito da indenização. 

Indenização de R$ 15 mil do Auxílio Brasil 

Em setembro deste ano, a Justiça Federal determinou um pagamento no valor de R$ 15 mil para todas as pessoas que sofreram com o vazamento de dados do Auxílio Brasil. Apesar dessa determinação, a medida pode passar por possíveis recursos legais.

Sendo assim, ainda que haja essa determinação, não há uma garantia de que os beneficiários vão de fato receber o valor. Contudo, é possível verificar se você tem direito aos dinheiro por meio do portal

Quando acessar a página basta clicar na opção “Conferir se tenho direito” e colocar seu nome, CPF, telefone e e-mail.

Quando vou receber o valor? 

Como dito antes, não há uma certeza de que as pessoas vão receber o dinheiro, apesar do Instituto Sigilo destacar que as chances de sucesso são boas. Como se trata de um processo legal, é importante destacar que pode demorar um tempo até que você receba o pagamento

Além disso, caso a indenização seja mantida, o cidadão deverá buscar a execução da sentença quando o processo terminar, com a ajuda de um advogado. 

De acordo com o Instituto do Sigilo, cerca de 471 mil pessoas poderão receber indenização, o que significa que todas passaram pela situação. Entretanto, o instituto não revelou como obteve acesso a estes dados. 

Portanto, o objetivo da organização é entrar em contato com a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) para cadastrar advogados que possam oferecer assistências a quem pedir a indenização. 

Imagem: joelfotos/ Pixabay