Universo dos Cartões
0%

É possível reaver o Bolsa Família após cancelamento anterior?

É possível reaver o Bolsa Família após cancelamento anterior?

Ocasionalmente, a dúvida sobre se aqueles que tiveram o Bolsa Família revogado anteriormente podem se beneficiar novamente surge. A resposta mais adequada para tal questionamento é: varia. Diversos critérios precisam ser levados em conta e cada situação é singular.

Ao longo deste artigo, elucidaremos mais sobre isso. Continue lendo.

Pode quem teve o Bolsa Família REVOGADO anteriormente, beneficiar-se novamente?

Conforme discutido anteriormente, a solução para este questionamento está atrelada a múltiplos fatores. Inicialmente, é essencial compreender a razão pela qual o benefício foi revogado.

Ler também: Diminuição nos Valores do Bolsa Família para Brasileiros

Por exemplo, se a renda familiar per capita superou o limite do programa e essa foi a razão da revogação, mas atualmente a renda está abaixo do limite, é viável beneficiar-se novamente sem maiores complicações.

Afinal, o propósito do Bolsa Família é assegurar que as famílias vulneráveis tenham acesso aos recursos imprescindíveis para uma vida digna.

Isso significa que não faz diferença se você necessita agora ou sempre precisou deste auxílio. As normativas do programa correlacionam-se com a condição atual do indivíduo.

Assim sendo, até mesmo indivíduos que possuem uma casa ou um carro podem ser beneficiados. O objetivo não está no progresso financeiro passado, mas nas circunstâncias financeiras e de qualidade de vida atuais.

Contudo, mesmo sendo viável beneficiar-se novamente nestas condições, há contextos em que isso não é aplicável, conforme abordaremos no próximo segmento.

Quando não é viável beneficiar-se novamente?

Primeiramente, é crucial lembrar que o programa Bolsa Família possui normas bastante claras. Estas normas relacionam-se a aspectos como:

  • Condições de saúde da família, como manter as vacinas em dia;
  • Frequência escolar de crianças e adolescentes;
  • E, evidentemente, aspectos vinculados à renda familiar.

Estes elementos determinarão se uma família se enquadra ou não nas condições do Bolsa Família. E, caso não se enquadre, o benefício será, de forma automática, revogado.

Dessa forma, se você foi excluído do programa por descumprir alguma norma que ainda persiste, não será possível beneficiar-se novamente.

Ler também: Beneficiários do Bolsa Família podem sacar hoje (28/09); saiba quem está incluído.

A única maneira de reaver o benefício, após uma revogação, é estando em conformidade com as normativas do programa.

Se algum critério ainda não está em ordem em seu cadastro, é preciso regularizá-lo. Se não for possível regularizar, lamentavelmente, não há outras medidas a serem tomadas.

Em compensação, se a regularização é possível, como uma atualização cadastral, basta procurar o CRAS mais próximo e assegurar a atualização dos seus dados.

Com isso, torna-se possível reintegrar-se ao programa, recebendo tanto o valor base de R$ 600 quanto eventuais pagamentos adicionais, conforme o perfil familiar.

Logo, se a incerteza era se quem teve o Bolsa Família revogado no passado pode beneficiar-se novamente, saiba que, sim, em muitas circunstâncias, é perfeitamente possível.