Loading...
0%

Confira quem receberá a visita domiciliar do CadÚnico

Confira quem receberá a visita domiciliar do CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), como o próprio nome já diz, é essencial para a identificação e seleção de beneficiários de programas sociais do governo. Assim, recentemente, iniciaram-se as visitas domiciliares para atualização de dados.

Dessa forma, as visitas domiciliares do CadÚnico serão direcionadas principalmente para famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Isso inclui beneficiários de programas como Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e outros benefícios sociais. Veja mais detalhes!

Objetivo das Visitas Domiciliares do CadÚnico

Portanto, o objetivo principal das visitas é atualizar as informações cadastrais das famílias e garantir a distribuição dos benefícios de forma adequada e justa. Além disso, essas visitas também permitem identificar novas demandas e necessidades das famílias atendidas.

Pois, manter o cadastro atualizado no CadÚnico é crucial para garantir que as famílias recebam os benefícios sociais a que têm direito. Já que, dados desatualizados podem resultar na exclusão injusta de famílias que realmente necessitam desses recursos.

Assim, as visitas domiciliares são realizadas por equipes de assistentes sociais e agentes comunitários de saúde, que coletam informações sobre a composição familiar, renda, condições de moradia e outras informações relevantes. Dessa forma, é importante cooperar durante essas visitas para garantir a precisão dos dados registrados.

CadÚnico
Imagem: Arquivo/ Agência Brasil

Quem pode fazer parte do cadastro

Por fim, vale lembrar quais os requisitos para se manter no CadÚnico. Confira:

  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo (R$ 706) por pessoa;
  • Ter renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 4.236);
  • Ter renda maior que três salários mínimos, contanto que estejam em programas sociais nas três esferas do governo;
  • Famílias unipessoais, isto é, pessoas que moram sozinhas;
  • Viver em situação de rua.

Além disso, é importante destacar que a atualização do CadÚnico também pode ocorrer em um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) ou por meio do app CadÚnico (disponível para Android e iOS).

Imagem: Arquivo/ Agência Brasil