Universo dos Cartões
0%

Bolsa Família libera calendário de dezembro; confira as datas

Bolsa Família libera calendário de dezembro; confira as datas

O mês de novembro já está chegando ao fim, bem como os pagamentos do Bolsa Família deste mês. Com isso, muitos beneficiários do programa já ficam curiosos para saber quais serão as datas de pagamento do próximo mês. 

Então, esta é uma boa notícia: o governo já liberou as datas de dezembro. Outro detalhe é que neste próximo mês haverá, ainda, o pagamento do Auxílio Gás. 

Desse modo, confira o calendário completo de ambos os benefícios e veja mais detalhes sobre cada um deles. 

Veja mais: Salário mínimo pode aumentar 7,7% em 2024

Calendário de dezembro

Como de costume, os beneficiários receberão o Auxílio Gás e o Bolsa Família no mesmo dia. Então veja as datas de pagamento de ambos os benefícios. 

  • NIS final 1 – 11 de dezembro.
  • NIS final 2 – 12 de dezembro.
  • NIS final 3 – 13 de dezembro.
  • NIS final 4 – 14 de dezembro.
  • NIS final 5 – 15 de dezembro.
  • NIS final 6 – 18 de dezembro.
  • NIS final 7 – 19 de dezembro.
  • NIS final 8 – 20 de dezembro;
  • NIS final 9 – 21 de dezembro;
  • NIS final 0 – 22 de dezembro. 

Quem pode receber o Bolsa Família? 

É importante destacar que o Bolsa Família é destinado somente para famílias de baixa renda. Além disso, bem como os demais benefícios do governo, para ter acesso às parcelas os beneficiários precisam cumprir algumas regras como:

  • Avaliação do estado nutricional das crianças;
  • Calendário de vacinação em dia;
  • Frequência escolar de crianças e adolescentes;
  • Acompanhamento pré-natal de gestantes. 

Pagamento do Auxílio Gás de dezembro

Como dito antes, em dezembro os beneficiários vão receber a parcela do Auxílio Gás. Vale destacar que em novembro não houve pagamento, visto que este é um benefício bimestral. Com a volta do pagamento, muita gente já está ansiosa para saber o valor. 

É importante destacar que o governo usa o mesmo cálculo todos os meses e distribui aos beneficiários 100% do valor da média nacional do botijão de 13kg. Ou seja, o valor deve ser parecido com  o da parcela anterior, que foi de R$ 106, em média. 

Imagem: Arte Bolsa Família/ Agência Brasil