Universo dos Cartões
0%

Bolsa Família: Confira os Excluídos do Benefício em Agosto

Bolsa Família: Confira os Excluídos do Benefício em Agosto

O Governo formulou normas para o acesso aos fundos. Quando o Governo Federal implementou reformas no programa Bolsa Família, os beneficiários tornaram-se inquietos quanto ao início do novo mês. Contudo, muitos permanecem incertos se vão continuar a receber o dinheiro, graças a uma análise detalhada feita no Cadastro Único (CadÚnico).

Inicialmente, o mês de agosto promete trazer reduções no programa. De fato, várias unidades familiares podem perder o auxílio. Em alguns casos, pode haver um bloqueio ou suspensão, assim como nos meses passados, causando alarme.

De modo similar, o Ministério do Desenvolvimento Social fez uma declaração, examinando informações das famílias inscritas. A agência deseja assegurar que apenas os que realmente necessitam obtenham os recursos federais.

Em resumo, unidades familiares que não atendam aos requisitos do Bolsa Família podem ter seu benefício revogado. Essa ação pode ser positiva, pois permitirá a inclusão de outras famílias economicamente vulneráveis, que ainda não recebem a assistência.

Reduções no Bolsa Família

Ler também: SAQUE DE ‘DINHEIRO ESQUECIDO’ EM BANCOS É LIBERADO; VEJA COMO FAZER.

No mês de julho, o Bolsa Família sofreu uma diminuição na média dos benefícios. Isso aconteceu porque diversas famílias deixaram de receber os fundos, e novos beneficiários foram incluídos no registro federal.

Espera-se uma continuidade disso em agosto, com a nova verificação federal no CadÚnico. Aliás, o Ministério executa uma análise mensal dos dados com o suporte do Dataprev.

A agência então confirma rapidamente o cumprimento das normas do Bolsa Família. Se detectar alguma inconformidade, o responsável familiar será convocado ao CRAS.

Por exemplo, se uma família ultrapassar a renda permitida, o governo fará um corte no Bolsa Família. Se o CadÚnico estiver desatualizado por dois anos, o mesmo ocorrerá.

Participantes do programa social

Assim, as famílias devem ter uma renda per capita de até R$218 para entrar no programa. Para continuar, devem atender a padrões específicos de saúde e educação.

Para receber o Bolsa Família, as grávidas devem realizar o pré-natal corretamente, crianças até seis anos precisam de acompanhamento nutricional, e as vacinas devem estar atualizadas, além da frequência escolar entre 7 e 18 anos.

Agenda de pagamento do Bolsa Família

Ler também: Real Digital: Governos Avaliam Modificações nos Pagamentos de Benefícios. Entenda!

A princípio, a parcela base do Bolsa Família é de R$600. O Governo fixou bônus como R$150 para crianças até seis anos, e R$50 para lactantes e pessoas de 7 a 18 anos.

O Governo estipulou critérios para o novo Bolsa Família, distinguindo-o do Auxílio Brasil anterior. Insiste que quer garantir que as famílias cumpram exigências de saúde e educação para receber os pagamentos mensais do programa reestruturado.

Os pagamentos de agosto coincidirão com o auxílio-gás, de 18 a 31, e serão depositados na conta Caixa Tem. Observe o calendário pelo NIS:

  • NIS 1: 18/08;
  • NIS 2: 21/08;
  • NIS 3: 22/08;
  • NIS 4: 23/08;
  • NIS 5: 24/08;
  • NIS 6: 25/08;
  • NIS 7: 28/08;
  • NIS 8: 29/08;
  • NIS 9: 30/08;
  • NIS 0: 31/08.