Loading...
0%

Beneficiários do CadÚnico vão receber chip para acesso à internet

Beneficiários do CadÚnico vão receber chip para acesso à internet

O Governo Federal, por meio dos Ministérios das Comunicações e da Educação, lançou o programa Internet Brasil. Assim, a iniciativa visa fornecer chips de internet gratuita para estudantes de famílias de baixa renda, com o objetivo de democratizar o acesso à informação e promover a inclusão digital.

No entanto, as inscrições para o programa social ainda não foram abertas. Pois, o Governo Federal ainda não divulgou a data de início das inscrições. No entanto, os pais e responsáveis pelos alunos podem se manter informados acessando os sites dos Ministérios das Comunicações e da Educação. Veja mais detalhes!

Benefícios do programa para beneficiários do CadÚnico

Portanto, o programa Internet Brasil oferece diversos benefícios para os estudantes, entre eles:

  • Acesso à informação: Os alunos poderão acessar conteúdos educativos, realizar pesquisas e se manter informados sobre diversos assuntos;
  • Inclusão digital: Os alunos terão a oportunidade de desenvolver habilidades digitais importantes para o mercado de trabalho;
  • Melhor desempenho escolar: O acesso à internet pode contribuir para o melhor desempenho dos alunos na escola;
  • Redução da desigualdade: O programa Internet Brasil visa reduzir a desigualdade social e garantir que todos os alunos tenham acesso à informação e à tecnologia.
Chip CadÚnico
Imagem: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Quem terá direito ao chip para acesso à internet?

Enfim, para ter direito ao chip para acesso à internet é preciso cumprir os seguintes requisitos:

  • Estar matriculados na educação básica da rede pública de ensino;
  • Ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo (R$ 706);
  • Estar inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Além disso, vale lembrar que os estudantes cadastrados no CadÚnico também serão contemplados com o Pé-de-Meia, programa do governo federal que cria uma espécie de poupança para os estudantes do ensino médio de baixa renda que cumprirem alguns pré-requisitos, entre eles ter uma frequência escolar de mínimo 85%.

Imagem: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil